Inflamação das gengivas; inflamação gengival.

Gengivas inflamadas são gengivas aumentadas, proeminentes ou salientes de uma forma anormal.

Considerações gerais:

A inflamação da gengiva é muito comum e pode envolver um ou mais dos espaços de forma triangular da gengiva que ficam entre os dentes adjacentes. Estas secções são chamadas de papilas.

Ocasionalmente, as gengivas incham de forma considerável, bloqueando os dentes por completo.

Causas comuns:

  • Gengivite
  • Infecção por um vírus ou fungo
  • Subnutrição
  • Dentaduras mal ajustadas
  • Gravidez
  • Sensibilidade à pasta de dentes ou antisséptico bucal
  • Escorbuto
  • Efeito colateral de um medicamento como fenobarbital

Cuidados em casa:

A nutrição deve ser melhorada se for deficiente.

Recomenda-se evitar irritantes para as gengivas tais como os elixires bucais comerciais, o álcool e o tabaco. Recomenda-se mudar a marca de pasta de dentes e evitar o uso de elixires bucais se as suas gengivas inflamadas são causadas ​​por sensibilidade à pasta de dentes ou ao elixir bucal.

É de igual importância ter uma boa higiene bucal e visitar um dentista pelo menos a cada seis meses.

Se as suas gengivas inflamadas são causadas por uma reação a um medicamento, consulte o seu médico sobre o uso de um tipo diferente de medicação. Nunca mude medicamentos sem primeiro falar com o seu médico ou farmacêutico.

Solicite assistência farmacêutica e médica se:

  • A inflamação é grave, persistente ou acompanhada por outros sintomas inexplicáveis.
  • O desconforto está associado com a inflamação.

O que esperar na consulta:

O dentista irá examinar a sua boca, dentes e gengivas. Serão feitas perguntas sobre a história clínica e os sintomas, tais como:

  • Qualidade:
    • Tem sangramento das gengivas?
  • Padrão de tempo:
    • A inflamação começou recentemente?
    • As gengivas estão sempre inflamadas?
    • A quantidade de inflamação varia?
    • A inflamação ocorre apenas ocasionalmente?
    • Já teve problemas com as gengivas antes?
  • Higiene bucal:
    • Com que frequência é que escova os dentes?
    • Com que frequência usa o fio dental?
    • Qual é a dureza da escova de dentes utilizada?
    • Com que força é que escova os dentes?
    • Que outros hábitos tem (uso de palitos ou outros)?
    • Quando foi a última vez que foi feita uma limpeza profissional dos dentes (no dentista)?
  • Hábitos alimentares:
    • Mudou a sua dieta?
    • Come quantidades adequadas de frutas e vegetais?
    • Toma suplementos vitamínicos?
  • Outros:
    • Quais os medicamentos que toma?
    • Está grávida?
    • Mudou de pasta de dentes ou elixir bucal recentemente?
    • Que outros sintomas estão presentes? Por exemplo, mau hálito, dor de garganta, dor.

Os exames podem incluir exames de sangue, como hemograma completo ou diferencial sanguíneo.

Ao paciente deve ser ensinado qual o tipo de cuidados apropriados da boca e das gengivas.

Farmácia Saúde Farmacia Saude

COMPARTILHAR
Artigo anteriorGases ou flatulência
Próximo artigoGinecomastia